Chile / Fiordes

Os Fiordes abrangem as regiões Los Lagos (Região X), Aysén (Região XI) e a parte norte de Magalhães e Antártica Chilena (Região XII).
A Região de Los Lagos (X) tem como capital Puerto Montt, estende-se desde Valdívia a norte até Chaitén a sul e abrange uma área lindíssima com Lagos e Vulcões, muitos deles com o cume coberto de neve todo o ano. Algumas das regiões mais turísticas de Los Lagos incluem os Lagos Ranco e Maihue a norte, a cidade de Osorno que serve de porta de entrada para o Parque Nacional Puyehue onde se destaca o Vulcão Casablanca, as cidades de Frutillar e Puerto Varas na margem do Lago Llanquihue e, por fim, o Parque Nacional Vicente Perez Rosales onde se destaca o Vulcão Osorno e o Lago Todos los Santos. Puerto Montt é o principal porto da região e o ponto de partida para explorar os fiordes para sul. No sul da região fica a grande Ilha de Chiloé.
A Região Aisén (XI) tem como capital Coihaique e fica inteiramente situada nos fiordes chilenos. É um território inóspito com um acesso terrestre difícil, pois a sua geografia inclui as montanhas da Cordilheira dos Andes frequentemente com campos de gelo e glaciares, mas também com interrupções criadas pelos canais que formam os fiordes. Esta região estende-se desde a sul de Chaitén até ao início do Campo de Gelo Sul. O único acesso por via terrestre a esta região é feito pela Estrada Austral (“Carretera Austral”) que percorre mais de Mil kms até Villa O’Higgins, mas com diversas secções feitas por ferry-boat. Os principais destaques da Região Aisén incluem o Parque Nacional Queulat, o paraíso isolado das Termas de Puyuhuapi, a capital Coihaique e a cidade de Puerto Aisén, esta uma excelente base para explorar os fiordes e o magnífico Parque Nacional Laguna San Rafael que inclui toda a área do Campo de Gelo Norte, os Lagos Elizalde e General Carrera (o maior do país) e finalmente o início do Campo de Gelo Sul onde fica o Parque Nacional Bernardo O’Higgins e Villa O’Higgins, a povoação onde termina a Estrada Austral. Nesta região dos fiordes fica também o Golfo de Penas em pleno Oceano Pacífico que, entre Puerto Montt e Puerto Natales é a única parte dos fiordes sem canais e portanto em mar alto.
A parte da Região de Magalhães (XII) situada nos fiordes inclui a remota povoação de Puerto Edén.

Puerto Montt

Puerto Montt é a capital da Região de Los Lagos (X) e a maior cidade com 160.000 habitantes. A cidade é umas das mais importantes a sul de Santiago como base para diversas actividades turísticas. Por um lado é o mais importante porto que serve de partida para toda a navegação para sul pelos fiordes até ao Chile austral. Por outro lado, Puerto Montt serve de base para o turismo na região dos lagos e vulcões que tem como destaques o Parque Nacional Puyehue, onde se situa o Vulcão Casablanca, e o Parque Nacional Vicente Perez Rosales, onde fica o Vulcão Osorno e o Lago Todos los Santos.
A fundação de Puerto Montt iniciou-se em 1850 por imigrantes alemães. As principais atracções da cidade incluem a Catedral, construída em pinho em 1856, a Igreja Jesuíta, o Centro de Arte Diego Rivera, o Monumento à Colonização Alemã e vários miradouros que permitem vistas bonitas sobre a Baía Reloncaví.

Fiordes

Fiordes do Chile é uma imensa região na Patagónia, limitada a norte por Puerto Montt e a grande ilha de Chiloé e a sul por Puerto Natales, uma das zonas mais remotas do mundo. Limitados numa estreita faixa pelos canais interiores do Pacífico e a leste pelas montanhas do sul dos Andes que formam a fronteira com a Argentina, esta região de mais de 1500 km de norte a sul, não é acessível por via aérea, rodoviária ou ferroviária, praticamente não é habitada, excepto pequenas povoações índias, e só se pode aceder por via marítima.
A navegação é iniciada tipicamente em Puerto Montt e percorre o amplo canal entre a Ilha de Chiloé e a cidade de Chaitén, chegando ao Golfo do Corcovado. Seguindo para sul, entra-se pelo Canal Moraleda que estreita bastante na região do Parque Nacional Isla Magdalena, onde ficam as Termas de Puyuhu, também adjacente ao Parque Nacional Queulat.
Continuando a descer o canal principal dos fiordes, chega-se a outro canal mais pequeno que leva a Puerto Aisén, o maior porto nos fiordes chilenos (20.000 habitantes) e a melhor base para explorar a região por via marítima, e Puerto Chacabuco. Perto destes dois portos fica Coihaique, a capital da Região XI e maior cidade com 42.000 habitantes. Perto da capital fica o Parque Nacional Rio Simpson, o Lago Erizalde e a Estância de Ski Cerro El Fraile. Toda esta região é atravessada pela Estrada Austral que liga as várias cidades e continua para sul até Villa O’Higgins, passando pela margem do grande Lago General Carrera que é adjacente à fabulosa paisagem glaciar do Campo de Gelo Norte. Esta área enorme de glaciares está aliás toda ela incluída no Parque Nacional Laguna San Rafael. Este Parque Nacional, com uma área de 17.420 km2, apresenta paisagens incríveis e é por isso um dos principais motivos de visita dos Fiordes, considerada obrigatória para quem visita a Patagónia chilena. O Parque tem vários glaciares, incluindo o Glaciar San Rafael, que são em todo o mundo os mais próximos do equador. Também no Parque Nacional ficam as enormes montanhas dos Andes Patagónicos, onde o Monte San Valentin com 4058 m é o pico mais alto do sul dos Andes. Uma das principais visões que atraem os visitantes é o magnífico espectáculo dos blocos de gelo a soltarem-se dos glaciares estrondosamente e caindo no lago.
A oeste do Parque Nacional Laguna San Rafael fica o agitado Golfo de Penas que é a única parte dos fiordes chilenos onde a navegação tem que ser feita em mar alto, devido à inexistência de canais. Quando se vem navegando de Puerto Aisén sai-se dos canais dos fiordes a norte da Reserva Nacional Las Guaitecas que é contornada até se chegar ao Golfo de Penas, voltando a entrar nos fiordes através dos canais que atravessam o Parque Nacional Bernardo O’Higgins, onde se inicia a leste o Campo de Gelo Sul, até chegar a Puerto Edén na Ilha de Wellington que fica já na Região de Magalhães (XII).
Puerto Edén é a única povoação nos fiordes entre Puerto Aisén e Puerto Natales e como tal é extremamente remota, localizada numa região inóspita onde chove muito todo o ano. Não tem qualquer ligação terrestre ao resto do país e a estrada mais perto fica a 22 horas de navegação. A sua população de 300 habitantes descende sobretudo dos índios mapuche-huilliche que imigraram do norte. No entanto permanecem algumas famílias descendentes dos povos kaweskar e alacalufe que habitaram desde sempre a região. A população vive sobretudo da pesca e de algum turismo que surge agora devido à paragem dos cruzeiros da Navimag junto da aldeia.
Continuando a navegar para sul, o estreito canal dos fiordes percorre longitudinalmente toda a extensão do Campo de Gelo Sul, a maior área de gelo permanente no hemisfério sul fora da Antártica, com uma extensão de 350 km e uma superfície de 13000 km2, que é partilhada com a Argentina. A parte sul do Campo de gelo Sul fica abrangida pelo Parque Nacional Torres del Paine. Depois de passar a parte mais estreita do canal, Angostura Inglesa (com 200 m de largura exige alguma perícia na navegação), navegando a oeste do Parque Nacional Torres del Paine, chega-se finalmente a Puerto Natales através do Canal Ultima Esperanza.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *