Chile / Santiago

Santiago fica abrangida pela Região Metropolitana que, além da área metropolitana da capital, inclui toda a área adjacente da Cordilheira dos Andes até à fronteira argentina, numa das suas secções mais elevadas, o que faz com que esta Região inclua belíssimas paisagens de montanha e várias estâncias de ski de nível mundial.

Santiago

Santiago é a grande metrópole e capital do Chile, com 5 milhões de habitantes, está situada junto à base da Cordilheira dos Andes e aproximadamente a 50 km do Oceano Pacífico. Foi fundada por Pedro de Valdívia em 1541. Dois terramotos em 1647 e 1730, destruíram completamente a cidade. No presente, Santiago é o motor da mais próspera economia da América do Sul e capital de um país moderno e desenvolvido.
O Rio Mapocho atravessa a cidade de leste a oeste e a Cordilheira dos Andes acompanha todo o horizonte da cidade naquilo que é uma visão impressionante. Começando uma visita pelo centro histórico de Santiago, a parte mais antiga da cidade, onde se situam os Bairros Cívico, Santa Lucia, Patronato ou Bellavista. O centro turístico de Santiago fica na Plaza de Armas e seus arredores, sempre com animação de rua e gente a passar. Esta praça é a mais importante da cidade em termos históricos e de arquitectura, com imponentes edifícios coloniais, incluindo a Catedral de Santiago do século XVIII e a sede dos Correios (antiga residência do governador espanhol). Ali perto fica o excelente Museu de Arte Pré-colombiana. A Avenida O’Higgins, também conhecida como La Alameda, é uma das duas mais importantes avenidas que atravessam os bairros do centro. Nesta avenida fica a Plaza de la Constituicion que alberga vários edifícios governamentais, entre eles o mais importante o Palácio de La Moneda, mandado construir pelos espanhóis no final do século XVIII para cunhar moeda e mais tarde transformado na residência oficial da presidência do Chile e outros gabinetes ministeriais, situação que permanece até hoje. Ainda na Avenida O’Higgins fica o Cerro Santa Lucia (628 m) que se pode subir a pé para no topo visualizar uma bonita panorâmica da cidade. A Avenida Panamericana Norte percorre a margem norte do Rio Mapocho até passar a chamar-se Avenida Santa Maria. Esta avenida arborizada passa pela Igreja de San Francisco, o edifício mais antigo da cidade (século XVI), e contorna o Parque Metropolitano no centro, passando pelo pitoresco Bairro Bellavista. Este enorme parque urbano com 712 hectares, um dos maiores do mundo, inclui o Cerro San Cristóbal (860 m) onde existe um miradouro que oferece fantásticas vistas panorâmicas da cidade e dos Andes sempre com picos brancos. No topo existe uma estátua da Virgem Imaculada com 22 metros de altura. Para subir a este monte, existe um funicular pelo lado de Bellavista e também um teleférico com acesso a La Providencia. Por todo o Parque Metropolitano existem inúmeros trilhos pela floresta e zonas de diversão, incluindo um pequeno zoo.
Mais para leste, em direcção às montanhas dos Andes, ficam os bairros mais ricos de La Providencia, Las Condes e Nuñoa. Para norte fica Recoleta.
As zonas de Santiago mais conhecidas pelos restaurantes e animação nocturna são o Bairro Bellavista, na base do Cerro San Cristóbal, a Avenida Suécia em La Providencia, Paseo San Damián em Las Condes e Plaza Nuñoa em Nuñoa.

Valle Nevado

Valle Nevado fica situado 50 km a leste de Santiago, na Cordilheira dos Andes, e é uma das mais famosas estâncias de ski da América do Sul. Valle Nevado fica a 3025 m de altitude (as pistas formam um desnível de 810 m) e, juntamente com as estâncias de La Parva e El Colorado-Farellones, forma a maior área de ski da América do Sul.

Portillo

Portillo fica situado 210 km a leste de Valparaíso e 165 km a nordeste de Santiago, na Cordilheira dos Andes, e é uma das principais estâncias de ski da América do Sul, sendo uma das mais antigas do Chile situada numa altitude de 2860 m. Portillo fica localizado na estrada internacional que liga Santiago e Los Andes a Mendoza na Argentina. A estância de ski fica junto à bonita lagoa Laguna del Inca.
Antes de chegar a Portillo vindo de Santiago, a estrada internacional trans-andina começa a subir dramaticamente aos ziguezagues com curvas acentuadas, uma secção de estrada conhecida como El Caracol. Pouco depois de passar Portillo em direcção à fronteira, atravessa-se o Túnel Cristo Redentor (com 4 km de extensão) para se entrar no Passo Los Libertadores, onde a estrada atravessa as imponentes montanhas a uma altitude de 3200 metros. Em pleno passo de montanha fica a fronteira Chile-Argentina e, poucos quilómetros à frente já na Argentina pode ver-se da estrada o Aconcágua (6960 m), o pico mais alto da América.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *