Irlanda / Leinster

Leinster é uma das 4 províncias da República da Irlanda. Tem uma superfície de 19.801 km2, uma população de 2.105.000 habitantes e é formada pelos condados de Carlow, Dublin, Kildare, Kilkenney, Leix (Laois), Longford, Louth, Meath, Offaly, Westmeath, Wexford e Wicklow. O Leinster hoje em dia concentra a capital do país, assim como outras cidades médias, naquela que é a região mais densamente povoada da Irlanda com metade da população da República.

Condado de Dublin

Dublin é o terceiro menor condado da Irlanda mas concentra um terço da população do país. Para uma área de 922 km2, tem aproximadamente 1 milhão de habitantes. O condado de Dublin é sobretudo urbano e centra-se na capital da Irlanda, a cidade de Dublin que é também a capital do condado. Outras cidades do condado que são satélites de Dublin, incluem Dún Laoghaire, Balbriggan e Skerries. O condado de Dublin é plano e tem uma costa de 113 kms no Mar da Irlanda estando a cidade de Dublin em Dublin Bay, onde desagua o Rio Liffey que atravessa a cidade.

Dublin (Baile Atha Cliath em irlandês/gaélico) é uma metrópole vibrante com 500.000 habitantes (1 milhão na sua área metropolitana). Dublin é o grande centro económico e cultural da Irlanda e praticamente a sua única grande cidade. Nesta cidade a arquitectura medieval convive com a majestosa arquitectura Georgiana, onde as típicas portas são famosas, que pode ser apreciada nas redondezas de Merrion Square e Fitzwilliam Square. James Joyce, Samuel Beckett e Oscar Wilde são filhos da cidade, o que traduz o potencial literário que daqui emerge, mas também a vocação artística de Dublin onde proliferam teatros, concertos e também pubs onde a música tradicional irlandesa onde o Rio Liffey, que divide e unifica a cidade, é amplamente cantado.
A descrição dos principais pontos de interesse em Dublin pode começar pelo coração da cidade que é a O’Connell Street onde fica a sede dos Correios que viveu a revolta de 1916. Atravessando a O’Connell Bridge sobre o Rio Liffey chega-se ao Trinity College. Seguindo daqui pela movimentada Dame Street chega-se ao Dublin Castle que representou o centro do domínio inglês sobre a Irlanda durante 7 séculos e é um dos edifícios mais antigos da cidade. O Castelo foi construído entre 1208 e 1220 período do qual ainda existe uma torre normanda. Uma outra parte do século XVII albergou os apartamentos dos vice-reis ingleses e dá para o jardim. A parte mais recente inclui a Chapel Royal, uma capela gótica do século XIX, e o pátio (cujos edifícios datam do século XVIII) que ficou conhecido mundialmente através do filme “Michael Collins”, onde foi formalizado o Estado Livre da Irlanda em 1922. Perto do Dublin Castle fica a principal igreja da cidade, St. Patrick Cathedral. Voltando a Trinity College, uma direcção a tomar é certamente o passeio por Grafton Street, provavelmente a rua de comércio mais elegante e sofisticada de Dublin. Esta rua termina na praça/jardim St. Stephen’s Green que dá acesso à zona mais abastada onde a arquitectura Georgiana é predominante. Nas margens do Rio Liffey ficam atracções importantes como a arquitectura imponente de Custom House e a ponte pedonal Ha’penny Bridge onde se pode atravessar o rio na zona chamada Old City que alberga os edifícios mais antigos da cidade, alguns medievais. Aqui fica uma zona importante de animação nocturna de restaurantes e pubs, sendo um deles famoso – o Temple Bar. Bem mais afastado do centro da cidade, mas também na margem sul do Rio Liffey fica a Guinness Brewery, a fábrica que produz a famosa cerveja preta/”stout” que é uma das imagens de marca da Irlanda e cujo mote publicitário é elucidativo do espírito irlandês – “Guinness is good for you”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *