Ásia

Malásia e Singapura

Singapura é um pequeno estado e já fez parte da Malásia além de partilhar todo o passado colonial, mas é muito diferente da Malásia. Seguiu um caminho de desenvolvimento sustentado no maior porto do mundo e em serviços financeiros que a tornaram num dos países mais ricos do mundo até hoje. Para o visitante é uma cidade muito interessante devido à diversidade cultural e religiosa que dão um bom exemplo de convivência saudável a todo o planeta. A arquitectura colonial de chinatown contrasta muito bem com os arranha-céus da zona financeira. O templo hindú é contíguo ao maior templo budista. Noutra zona da cidade fica a mesquita perto de Little India. Há muito para ver e fazer em Singapura e é um excelente ponto de partida devido ao seu aeroporto internacional com ligações a todo o mundo. 

A Malásia é um país maioritariamente muçulmano mas sem os exageros do Médio Oriente. No seu território continental há uma enorme diversidade de regiões e paisagens que é impossível conhecer numa só viagem. Na nossa selecção incluímos a fabulosa cidade de Malaca que além de dar o nome ao estreito no Oceano Índico por onde passa todo o tráfego marítimo naquela região, é uma cidade ainda hoje muito ligada sentimentalmente aos portugueses e à sua história. Existe ainda hoje, passados 400 anos da retirada, uma pequena comunidade católica que fala um dialecto do português. É emocionante lá passar. Como é hábito nestas viagens terminamos o itinerário numa praia tropical  paradisíaca.

Explore a página da Malásia

Explore a página de Singapura

Sendo 2 semanas o tempo médio disponível pela maior parte das pessoas para uma viagem deste tipo ajustámos um itinerário a esse período de uma forma que se possa estar alguns dias em cada lugar e poder saboreá-lo. Mas como não nos cansamos de referir o itinerário pode ser estendido ou ajustado de outra forma de acordo com o tempo e os seus interesses. Não aconselhamos a fazer estas viagens para destinos longínquos por menos de 2 semanas pois só com as viagens e a adaptação ao fuso horário gasta-se normalmente 3 ou 4 dias. Se tiver crianças também torna a sua viagem mais tranquila se a fizer um pouco ao ritmo delas.

Definimos um itinerário iniciado em Singapura com pelo menos uns 3 dias completos. Daí partimos em autocarro para Malaca e daí para Kuala Lumpur. Nesta parte da Ásia existem serviços de autocarro muito confortáveis e seguros que se podem reservar na internet. Depois de passados 2 ou 3 dias na capital da Malásia escolhemos terminar as férias na paradisíaca ilha de Langkawi que tem uma praia considerada num certo ano pela National Geographic como uma das 10 mais belas do mundo. Também pode ser uma opção escolher as Ilhas Perhentian para terminar as férias, estas do lado do Oceano Pacífico. Este itinerário sugerido propõe:

  • 4 dias em Singapura, incluindo a viagem para Malaca
  • 5 dias entre Malaca e Kuala Lumpur
  • 5 dias em Langkawi

Uma eventual extensão deste itinerário com mais tempo disponível pode passar por incluir a visita a Cameron Highlands com as suas elegantes plantações de chá, outra ilha tropical como Perhentian ou Tioman, ou ainda uma aventura de 4 ou 5 dias na província de Sabah, ilha de Bornéu com voo para Kinabalu.

Combinando os arranha-céus, a Baía, o Rio de Singapura numa miscelânea cultural e social de chineses, malaios, indianos num clima tropical, Singapura tornou-se num ponto de atracção turístico de nível mundial. O centro da cidade fica localizado no sul da ilha e consiste na área entre a zona comercial de Orchard Road, a zona do rio, a Marina Bay e o Finantial District com os seus arranha-céus. Em redor da baía (Marina Bay) passa-se sempre algo de interessante Aqui fica Chinatown com os seus bonitos edifícios coloniais. Um pouco afastado do centro fica Little India e Kampong Glam, o bairro malaio que exibe uma magnífica mesquita. Se tiver crianças (ou não) pode guardar um dia bem passado no parque temático Universal Studios na ilha de Sentosa.

Malaca é um cidade única no mundo. Foi colonizada pelos portugueses em 1511 com a chegada de Afonso de Albuquerque. Em 1641 foi tomada pelos holandeses com a ajuda do Sultão de Johor e em 1824 fez parte de um tratado anglo-holandês que originou a troca com uma colónia que os ingleses detinham em Sumatra, tendo assim ficado em mãos inglesas. Devido à passagem de 3 países europeus colonizadores, Malaca é um autêntico museu vivo de toda esta história, juntando ainda toda a cultura cosmopolita da Malásia actual com templos de diferentes credos a coexistir na mesma rua.

Kuala Lumpur é uma enorme metrópole, capital de um país em emergência. Exibe as suas famosas torres gémeas Petronas que já foram as mais altas do mundo. Mas KL é muito mais que esta imagem de marca. Tem um centro histórico com bonitos edifícios coloniais e uma lindíssima mesquita antiga. Tem ainda uma Chinatown e vários templos hindus. Perto da imponente praça central Dataran Merdeka fica o grande parque da cidade Lake Gardens que aberga ainda o Palácio Nacional (Istana Negara) e a Mesquita Nacional que é moderna e enorme. Não muito longe fica a zona comercial mais elegante de Golden Triangle em redor da avenida Bukit Bintang.

A Ilha de Langkawi fica no noroeste da Malásia no Mar de Andaman já muito perto da fronteira com a Tailândia e próximo das famosas estâncias de Phuket ou Krabi. É uma ilha com vegetação luxuriante, vida selvagem e montanhas, o que a torna muito exótica sobretudo se ficar numa praia lindíssima com um hotel bem enquadrado na paisagem e atento às boas práticas ambientais. No nosso roteiro faremos referência à praia e ao hotel em causa. Neste lugar são feitos passeios gratuitos ao nascer do sol ou à noite guiados por biólogos que mostram a fauna da ilha in loco. De manhã podem observar-se algumas espécies de macacos no seu habitat ou lémures voadores e bastantes aves. À noite é mais comum ver esquilos voadores ou lagartos.

Preço estimado

1700 € por pessoa em quarto duplo com pequeno-almoço, incluindo:

  • Voo intercontinental
  • 2 voos domésticos
  • 14 noites em hotéis (tipo boutique hotel ou 4 estrelas)
  • 2 viagens de autocarro Singapura-Malaca / Malaca-Kuala Lumpur

Conte com mais 200 € por pessoa para vistos de entrada nos dois países, tours e transferes.

Quando ir

Estando a Malásia e Singapura um pouco acima do equador têm um clima tropical quente e húmido ao longo de todo o ano. Este território é afectado pela monção nordeste que traz chuva copiosa em Novembro e Dezembro, sendo estes meses a evitar. Durante todo o resto do ano o clima é convidativo aos visitantes. Em Langkawi os meses mais chuvosos são de Setembro a Outubro e em Kuala Lumpur a chuva não é um problema tendo períodos mais secos de Junho a Agosto.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *